Muito mais que mãe

Acordar cedo, preparar o café da manhã, acordar o filho, conferir se o uniforme está ok, lanche, levar na escola, ir para o trabalho. Tudo isso só na parte da manhã. Cansa, não?!

 

Você sabia que as mães trabalham cerca de 98 horas por semana, segundo estudos? Se você é mãe, isso não é nenhuma surpresa, mas se não é, prepare-se para se surpreender: elas ainda encontram tempo para buscarem especializações, cursos e diversos aperfeiçoamentos que as engrandecem tanto na vida profissional quanto na vida pessoal.

 

Nós temos centenas de mães colaboradoras na Araujo Abreu espalhadas por todo o Brasil. Mães intelectuais, mães que pegam no pesado, mães que trabalham e estudam, verdadeiras mulheres fortes, que vão à luta e contribuem diariamente para o crescimento da nossa empresa e do bem-estar das suas famílias.

 

Na nossa filial em Recife, temos um belo exemplo de mulher trabalhadora que, após se tornar mãe, buscou meios de crescer na Araujo Abreu para dar um futuro melhor para ela e seu filho adotivo de 17 anos. Fátima começou na empresa como Auxiliar de Serviços Gerais e alcançou o cargo de encarregada de outros auxiliares. Além disso, foi em busca da carteira de habilitação, também visando o crescimento profissional e pessoal.

 

A rotina pode não ser nada fácil, você que é mãe sabe disso melhor que ninguém! Mas pensar no futuro e na melhora de vida de suas famílias pode te incentivar a tomar as rédeas de seus destinos e perceber que vocês são as únicas responsáveis pelo seu próprio sucesso e consequentemente de seus filhos e familiares. Com isso, nós temos visto que as mães modernas buscam cada vez mais conquistar novos degraus com qualificações dignas do mercado de trabalho e o valioso reconhecimento sobretudo de suas famílias.

 

Exemplos como o da Fátima fazem pensar como a maternidade pode mudar uma pessoa. Às vezes um filho pode impulsionar a mulher a conquistar sonhos que muitas vezes ela nem sabia que poderia. Os filhos motivam, inspiram e dão forças. Mas nós sabemos que se ela própria não tivesse tomado a iniciativa sua vida poderia estar bem diferente agora.

 

Parabéns a todas as fátimas desse Brasil que, certamente, são as melhores mães do mundo para seus filhos e são os maiores exemplos para outras mulheres!